As 10 Melhores Dicas de Marketing Digital.

Atualmente muito se fala em Marketing Digital, SEO, SEM, Mídia Social, Mobilidade, Analytics, etc. Minha intenção com esse artigo é ser direto e trazer relevantes dicas de marketing e marketing digital que ajudará a alavancar o seu negócio, independente do tamanho ou sua área de atuação.

Que 2016 foi um ano difícil para os negócios em geral, isso é fato mas, com as estratégias de marketing mais apropriadas, é possível tanto minimizar os impactos de uma economia frágil como dar a volta por cima e tornar sua empresa rentável e promissora a um período de crise ou fragilidade financeira.

As estratégias de marketing digital são fundamental para um negócio de sucesso. Claro que ter uma ideia promissora, iniciar um negócio e ter uma boa visão do mercado e seus principais concorrentes são passos mais do que importantes para o êxito mas, além disso, é preciso saber como comunicar as boas ideias aos consumidores certos, e esse é o ponto principal do marketing digital e o motivo que o torna vital para o sucesso do seu negócio.

Se as grandes empresas que estão em evidência e melhor posicionadas na mente do consumidor com verbas de marketing e comunicação mais robustas, encontram desafios para continuar crescendo e trazendo lucro, os pequenos e médio empreendedores podem ter esses desafios potencializados, uma vez que qualquer instabilidade económica pode afetá-los numa maior proporção. Dessa maneira, imagino que essas dicas podem ser ainda mais essenciais para esses tipos de empreendedores.

1) Conheça o seu negócio, Área de atuação e Público-Alvo

Conhecer o seu negócio e área de atuação de uma forma detalhada ajudará a entender quais suas principais características, pontos fracos, fortes, oportunidades e ameaças, ajudando a fazer uma análise mais aguçada e mapeando tudo o que considera mais importante. Uma análise macro e micro ambiental dará um diferencial competitivo considerável e no momento de planeamento das suas ações, não terá dúvidas do que priorizar. Um conhecimento do seu público-alvo (target) é igualmente essencial para uma análise mais apurada e precisa, portanto, tente entender a quem seu produto ou serviço serve, tanto fazendo uma análise baseada em fatos, caso seu negócio já esteja em funcionamento como pensando a quem seu produto ou serviço sirva, caso ele ainda não tenha sido lançado no mercado.Algumas ferramentas como o Google Analytics, poderá ajudá-lo a definir bem o seu público-alvo (informações como género, idade, localização, interesses, etc). Vamos lá, pegue um papel e caneta ou abra seu Bloco de Notas ou Documento Word e anote tudo que considera relevante para entender o máximo possível do seu negócio, mercado e público-alvo. Essas informações serão essenciais para um plano de marketing de sucesso.

2) Conheça seus Concorrentes e estratégias

Da mesma maneira que o ponto anterior, conhecer seus concorrentes é extremamente importante para um plano de marketing de sucesso. Saber onde eles estão tanto geograficamente quanto a posição que ocupam no mercado e na mente dos consumidores, ajudará a competir diretamente e até mesmo a adiantar-se, criando ações ou produtos e serviços. Um outro ponto também é entender quais os produtos e serviços estes concorrentes oferecem e suas avaliações no mercado perante o consumidor, dessa maneira, é possível identificar gaps e oferecer algo a esses consumidores, fazendo esses consumidores trocar tal marca pela sua, aumentando sua participação neste mercado. Comece listando todos os seus concorrentes e depois organize um documento com as principais características para saber o que irá analisar, depois, visite seus websites, canais de rede social e websites de avaliação de produtos, serviços e empresas e entenda melhor suas atuações no mercado.Algumas ferramentas como SEM Rush, Similar Web, Buzzsumo, Alexa, Produtos MOz, Keyword Competitor, Social Mention, Rank Signals poderão ajudar e muito na sua análise e criar o melhor plano possível para suas ações.

3) Crie seu Plano de Ação (SEO, SEM)

Tudo o que foi falado nos pontos acima, complementa esse aqui. Criar seu plano de ação é essencial para o sucesso das suas ações de marketing. Após a análise do seu negócio, mercado, público-alvo e concorrência, já terá desenhado bem tudo que permite criar um plano de ação a partir dos objetivos definidos. Dividir seu plano de ação em SEO (Onsite e Offsite) e SEM (Conteúdo, Mídia Social, Publicidade, Comunicação, Eventos, etc) é a melhor maneira de estruturar seu plano de marketing da melhor forma possível. Crie uma agenda com as ações planeadas com datas de início e fim. Gere parâmetros de campanhas personalizados para suas URLs de publicidade e acompanhe o retorno via Analytics diariamente. (Veja com o profissional de Analytics da sua empresa como ajudá-lo(a) a realizar isso ou consulte a equipe de suporte local) Faça uma análise ROI (Retorno sobre Investimento) e verifique quais as ações que foram mais promissoras e valeram o investimento realizado, isso ajudará não só a continuar investindo em uma ou outra ação como também melhorar sua estratégia de SEO por exemplo, uma vez que ao saber quais as palavras-chave potencial, conseguirá propor conteúdos novos ou reformular a comunicação do seu website. Algumas ferramentas como o Google Search Console, SEM Rush, Keyword Competitor e alguns sites de análise SEO, ajudará muito na sua análise de SEO e permitirá que seu plano seja o mais apropriado possível para alcançar seus objetivos.
4) Foco nos Canais mais relevantes para o seu negócio

Para um começo promissor, foca-se de 2 a 3 canais no máximo. Utilizar múltiplos canais e não conseguir administrá-los, não é interessante, lembre-se que focar em apenas um e alcançar uma massa crítica também traz excelentes resultados. Não é necessário estar em todas as mídias, principalmente se não puder atualizá-las constantemente, principalmente no caso das mídias digital. O foco nos canais que sejam mais relevantes para o seu negócio. Caso produza muito conteúdo, crie um blog. Para si, é importante conteúdo em vídeo e produz constantemente? Invista no YouTube. Utilize as redes sociais que mais faz sentido estar presente e compartilhe tanto seu próprio conteúdo quanto do mercado que sejam relevantes e atrativos ao seu público-alvo. Isso ajudará não somente no engajamento do seu público como na obtenção de novos seguidores, aumentando a visibilidade da sua marca e consequentemente suas possibilidades de conversão.

5) Invista em conteúdo relevante e atraente

Marketing de conteúdo é muito importante e deve ser o ponto de partida das suas ações de marketing digital. Conteúdo ajudará com as suas ações de SEO, no momento em que mantém um conteúdo novo e atualizado e focando nas palavras-chave mais relevantes o que proporcionará uma melhora na sua posição em busca orgânica. Criar conteúdo próprio o auxiliará no engajamento dos usuários do seu site, mídia social e em tornar-se referência em um assunto ou segmento (área de atuação do seu negócio). Para alcançar sucesso nessa área é importante destacar-se no meio de tanta informação disponível na web, para isso, o seu conteúdo precisa ser relevante, exclusivo e atrativo. Não, não é nada fácil, eu sei bem isso. É possível criar conteúdo usando o conhecimento que tem do seu negócio, mercado e público-alvo produzindo peças como textos, imagens (infográficos são muito interessantes), e vídeos que, quando criados com personalidade, criatividade e humor, com certeza terão um grande alcance e tornará a sua marca conhecida e mais visível.Ferramentas como o Google Trends, Keyword Planner, Content Ideator pode ajudar e muito sobre o que escrever dentro da área de negócio e mercado que atua.

6) Invista em ações de RP e Mídia Social

Ações de Relações Públicas e Mídia Social são interessantes para seu plano de Offsite SEO, principalmente porque ao gerar novos backlinks você melhorará o Score do seu website nos SERPs (páginas de busca) e consequentemente, sua posição nos resultados de busca orgânica.O ponto mais desafiador para esses tipos de ação, principalmente quando não se é profissional de comunicação, é como abordar e convencer canais relevantes a divulgarem um conteúdo criado por você no canal deles e digo que tudo isso é baseado em conteúdo. A partir do momento que tiver conteúdo interessante, relevante, atrativo e neutro, possivelmente conseguirá boas menções sociais ou até mesmo backlinks, portanto, comece agora mesmo a criar seu conteúdo falando do seu negócio, mercado, novidades, etc.Uma boa dica é verificar o seu Referral Traffic e identificar os canais que já atribuem backlinks. Talvez seja mais fácil convencer tais canais a gerar novos backlinks com novos conteúdos. Em relação às Mídias Sociais, é necessário, atualizá-las constantemente de acordo com os seus objetivos. Como dito acima, escolha os canais que mais sejam utilizados pelo seu público-alvo.

7) Campanhas de E-mail Marketing Segmentadas

Pensa que o e-mail marketing é uma ação ultrapassada e que por receber centenas de e-mails diários, investir nessa ação é perda de tempo? Reveja seus conceitos. As campanhas de e-mail Marketing são ações de marketing digital muito utilizadas pois, além de terem um custo baixo, mostram uma das melhores taxas de retorno do mercado, principalmente quando utilizada para comunicar-se com sua base de clientes (usuários que realizaram opt-in na sua base) ou até mesmo para aquisição de novos clientes. Falando em opt-in, é importante ficar sempre atento a isso, pois, o envio excessivo e indiscriminado para endereços de e-mails que não tenham realizado opt-in na sua base é considerado spam e pode denegrir sua marca e, isso é tudo o que uma estratégia de marketing não quer ter como resultado. Mais importante do que criar um layout bonito, funcional e com códigos de rastreamento para cada CTA (call to action), é vital que sua base de e-mail marketing esteja segmentada e você se comunique da forma mais adequada com seus clientes. De nada adianta enviar milhares de e-mails e ter uma taxa de retorno super pequena. O melhor é enviar e-mails que atendam às necessidades de cada indivíduo aumentando assim o CTR (Click Through Rate) e consequentemente, a taxa de conversão.Existem algumas ferramentas disponíveis no mercado como o Mailchimp e o Mailjet onde é possível criar e administrar seu mailing, criar suas campanhas, desenhando o layout e texto, bem como encarregar-se do envio. Algumas dessas soluções possibilitam o envio gratuito até um determinado limite ou até mesmo por um valor bem baixo, caso você necessite enviar para uma base mais robusta. Todas elas possibilitam consultar o desempenho das suas campanhas diretamente na ferramenta. E aí, o que está esperando? Comece hoje mesmo a organizar essa atividade e tire o maior proveito dessa ação.

8) Aposte na Mobilidade

Apostar na Mobilidade e adaptar suas ações para este meio, não é somente necessário como vital. Em 2016, o acesso móvel ficou acima ao do desktop e pelo crescimento deste mercado, bem como, a criação de smartphones e tablets cada dia mais robustos em termos de hardware e sotwares, inúmeros usuários migrarão quase por completo, tornando essa estratégia essencial.A mobilidade é o tema da vez e alguns dos principais vendedores de publicidade do mundo como o Google e Facebook já adaptaram suas plataformas possibilitando ao anunciante criar seus anúncios e estratégias de uma forma simples e fácil de gerenciar. Algumas empresas ainda queixam-se do baixo índice de conversão via dispositivos móveis, porém, isso não quer dizer que você não deva considerar adaptar-se à mobilidade, caso ainda não tenha feito. Um dos fatores principais é que os websites adaptados para dispositivo móvel são privilegiados na busca orgânica, portanto, esse é um dos fatores importantes também na sua estratégia de SEO. Investir em 2017 em um site responsivo e adaptável às tecnologias móveis com um tempo de carregamento menor, é uma das maneiras de colocar seu website no topo.

9) Considere a Geolocalização

A geolocalização pode ajudar e muito na aquisição de novos clientes e no engajamento da sua atual base. Propor aos seus clientes soluções e produtos que estejam atrelados à rotina deles ou até mesmo identificar usuários mais próximos da sua área de atuação ou localização geográfica, gera inúmeras oportunidades e é uma das possibilidades em diferenciar-se da concorrência. Estamos caminhando para um mundo onde a personalização é a alma do negócio e é extremamente estimulante quando nos identificamos com uma comunicação e percebemos que algo foi criado de acordo com nossas necessidades e perfil.Utilizar as ferramentas de geolocalização traz muitas oportunidades e vantagens competitvas mas, é necessário ter bom senso e atenção para não tornar-se invasivo e ao invés de conquistar, repelir seu consumidor. Tecnologias como essas e muitas outras estão aí para serem utilizadas e só tendem a trazer benefícios, portanto, fique atento sempre!

10) Extraia o melhor do seu Analytics

Extrair o melhor da sua ferramenta de Web Analytics, seja ela qual for, é a maneira mais adequada para saber quais as ações que melhor funcionam e então, o que deve priorizar.As principais ferramentas do mercado, em especial o Google Analytics, possibilitam inúmeras análises mas, fazer o básico bem feito já ajuda e muito a sua empresa a descobrir grandes oportunidades de otimização e melhoria das suas campanhas/ações online.Alguns dos relatórios que considero o básico e que devem ser muito bem feitos são: Público-Alvo (saiba tudo sobre o perfil do usuário que acessa seu website), Aquisição (saiba como o seu público chegou até seu site), Comportamento (conheça o comportamento do usuário no seu site), Conversões (estabeleça metas e acompanhe o desempenho). Prestando atenção nesses principais relatórios e fazendo-os bem, você conseguirá fazer boas análises, propondo grandes melhorias tanto para as suas campanhas quanto para o seu site.

Com essas dicas, com certeza conseguirá tirar o melhor proveito das suas ações de Marketing, tornando a sua marca mais visível e posicionada no mercado e, consequentemente aumentando sua taxa de conversão.

Bom ano e bons negócios!

Fonte:

http://www.administradores.com.br